0 comentários / Postado em porNaturalstorm Eco Clothing Co.

No começo do século XX, a produção em massa através de máquinas e a popularização da indústria cinematográfica, deram início à grandes transformações, impulsionando a expansão do comércio e influenciando o estilo de consumo da população em todo o mundo. Com o passar dos anos, o consumismo desenfreado surgiu, trazendo consequências para a sociedade e principalmente para o meio ambiente.

O consumismo desenfreado se deu pelo surgimento do Fast Fashion, tendo início em 1970, com a chamada crise do petróleo. Com  a proibição do comércio de petróleo para os EUA e alguns países da Europa, as empresas têxteis inventaram uma nova estratégia para saírem da crise, de forma a conseguir escoar a produção, criando assim uma moda rápida, ou seja, o fast fashion.  

Um modelo de produção que estimula o desejo e um consumo por impulso. Possui um política de produção rápida, trocando coleções semanalmente, onde as roupas são feitas para serem extremamente baratas, resultando em produtos de baixa qualidade, baixa durabilidade e com grande impacto ambiental (peças de fast fashion geram 400% mais emissões de carbono do que peças comuns). Para que esse tipo de produção seja possível, muitas vezes são adotadas práticas antiéticas e até ilícitas, com alta jornada de trabalho e salários baixos, estimulando o trabalho escravo. 

A moda é, hoje, a segunda indústria mais poluente do mundo, ficando atrás apenas do petróleo. Além dos impactos gerados na produção, há o problema do descarte. Por terem um curto ciclo de vida, a maioria das peças vão parar rapidamente em aterros e lixões. Tendo um grande impacto no meio ambiente, levando em consideração que a fibra mais utilizada é o poliéster, que demora mais de 200 anos para se decompor. 

Como resposta, surgiram novas formas de consumir, como por exemplo, o movimento slow (lento- inicialmente aplicado a indústria alimentícia), uma forma de pensar e produzir diferente. E assim, novos perfis de produção e de consumidores, conectados e com acesso à informação, exigentes e críticos com os produtos e serviços que utilizam foi crescendo. Antes passivos, os novos consumidores são protagonistas de todas suas escolhas, reconhecem e preservam sua individualidade e se preocupam com o meio ambiente. 

O modelo Slow surgiu na moda por volta do ano de 2004, em Londres, denominado Slow Fashion, como uma alternativa socioambiental mais sustentável,  tendo como objetivo chamar a atenção dos produtores e consumidores para a produção e consumo de forma ética, social e ambiental. 

O  Slow Fashion é  o modelo de produção do futuro da moda, pois desafia e reorienta a qualidade dos seus produtos para além da aparência. Reforça  as escolhas dos tecidos utilizados, as soluções inovadoras, a atemporalidade, peças com longo tempo de vida e valor agregado. Prezando pela diversidade, promovendo a consciência socioambiental, preços justos, garantindo assim melhores condições de trabalho para os trabalhadores e o fortalecimento da produção local e recursos naturais locais, mantendo uma produção em pequena e média escala.

E como você pode contribuir? O primeiro passo é consumir de forma responsável, ou seja, quando for comprar roupas e acessórios prefira marcas responsáveis que se preocupam em evitar o trabalho escravo e reduzir os impactos da cadeia de produção. Evite peças da moda, priorize as peças mais neutras, ou seja, peças atemporais que não ficarão sem uso precocemente. Atente-se para a qualidade do tecido, dê preferência para tecidos ecológicos, que causam menor impacto em sua produção. Evite ao máximo descartar as peças, ajuste, doe, mas caso não encontre nenhuma alternativa para reutilização ou reciclagem, faça o descarte correto através de postos de coleta mais próximos de sua casa.

Nós da Naturalstorm acreditamos na responsabilidade sócio-ambiental, por trás de cada peça está a preocupação com a qualidade, as condições de trabalho, o descarte e o impacto da produção na natureza. Em nosso site você encontra informações sobre cada tecido escolhido para compor nossa coleção e sobre nossas parcerias com ações socioambientais. Nossas peças são clássicas e atemporais, ou seja, sua compra não será descartável. Para nós, respeitar o planeta é um compromisso e você é o maior protagonista desta escolha. 

 

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação